top of page

Bolos

A Isabel A. trouxe-nos o bolo de aniversário para a nossa querida Sónia F. (ainda por cima uma data especial), e quando todas cantávamos os parabéns,  era impossível não esconder o espanto perante a maravilha do bolo: um Naked Cake, com frutos vermelhos e flores a enfeitar... que aspecto!


Bolo da Sónia F.

Eu tenho uma teoria em relação aos bolos: uma casa com cheiro a bolos só pode ser uma casa de gente honesta! Talvez seja por isso que a primeira receita que aprendi, com a avó Minha, claro, tenha sido um bolo, bolo de bolacha, um clássico!

Hoje pensava na Isabel A. e em o como ela faz tão bem os bolos, mas percebi que o que ela faz tão bem é ser amiga das pessoas e os bolos são consequências da amizade, de pôr amor nas pequenas coisas (fez-me lembrar a frase de um Santo de que gosto muito: "Fazei tudo por Amor. - Assim não há coisas pequenas: tudo é grande")

A Isabel A. antes de fazer um bolo liga para as filhas/amigas/mães das aniversariantes e tenta perceber o que elas mais gostam, depois pega nesses elementos e mistura tempo, dedicação, flores e muito chocolate. P. Ex. o bolo de anos da professora Marta M. foi saudável, feito sem manteiga, com farinha escura, sem açúcar e assim ajudou a professora a manter a elegância; o meu bolo de anos foi feito com suspiros, chocolate, frutos silvestres e tudo a que tinha direito; e por fim, o bolo de anos da Sónia F. foi feito com os frutos vermelhos... mas todos foram feitos com o mesmo condimento: que é fazer o outro feliz!

Por isso é que a comida caseira vale tantas estrelas Michelin!

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Pão

bottom of page