top of page

Fábrica dos Sabores (Comer em Lisboa III)

Quando estás fora de "casa" e tens a total responsabilidade de gerir as tuas refeições, percebes que a mãe faz falta! Já sentiram que a organização da gestão doméstica requer uma prática frequente: quando fazes o jantar é bom que guardes um bocadinho para o almoço do dia seguinte (#tupperwaresLovers um dia vou escrever um artigo sobre tupperwares giros & receitas práticas para o escritório).

E por falar em comidas rápidas...

Passamos para o nosso próximo restaurante em Lisboa, desta vez um conceito mais prático (mas os restaurantes de comida rápida também podem e devem ser restaurantes apreciados e comentados #NãoÉSóDeChef). Os dias passam sempre a correr e eu gosto muito de estar com os meus amigos, gosto de ter tempo para eles também durante a semana, e para isso acontecer é preciso gerir bem as horas do almoço semanais (até porque muitos de nós partilhamos a mesma zona de escritórios).


Depois vem o problema: escolher o restaurante.

(Muitas vezes já estamos aborrecidas daquela ida à Padaria Portuguesa, entre os já conhecidos menus de pequenos-almoços, sopas e saladas)

O almoço também implica tempo contado, presas e muito trabalho à espera na secretária.

Mas não deixa de ser bom fugir do habituée: comer bem, pagar pouco e passar um bom bocado com aquela amiga, desligar dos mails e dos estudos do mercado.


Quando combinei com a Catarina N. (estamos a criar um hábito?) Já desconfiava que seria neste spot (estamos a criar mesmo um hábito?): Fabricas de Sabores



Fábrica de sabores - pode ler Zomato aqui e no TripAdvisor aqui.

É uma espécie de Brunch italiano, uma padaria orgânica mas cheia de sabor (como o próprio nome indica)!

Quando digo que não como comida orgânica - é para me fazer difícil - aqui está a prova que é mentira. Contudo há comida orgânica muito triste e depois há a Fabrica de Sabores.


Entre Saldanha-e-Campo Pequeno o restaurante não podia estar melhor situado, se não der tempo de ir a pé alugamos uma daqueles trotinetes porque tem ciclo via. O lugar é ideal para quem procura refeições rápidas, mas também para quem quer comer bem.

Uma decoração arrojada e muito confortável, o espaço faz-nos sentir bem, os funcionários são simpáticos e bastante profissionais.


Gostei tanto que já repeti o menu: usando a terminologia da Sociologia Politica: "a disposição conservadora do ser", o filosofo Michael Oakeshott , acreditava que os homens tem uma tendência natural para serem conservadores, por isso quando estão confortáveis com algo tendem a não mudar, porque a mudança é incerta, isto na politica é bastante comum, mas eu ainda defendo que é mais comum quando vais a um restaurante e sabes que gostas daquele prato, nem sempre é fácil assumir a novidade. Eu tento não ser conservadora nas ementas, mas quando gostamos uma vez é difícil de mudar.


Desta forma, quando voltei à Fabrica dos Sabores voltei a pedir o mesmo prato, apesar da Catarina N. quase convencer-me o contrario, o facto é que eu tinha gostado tanto da salada de Frango da ultima vez que me custou mudar. Antes de mais falemos do Menu, que é super variado e confesso que tudo tem bom aspecto, sabem quando apetece pedir tudo? foi isso! É um Menu bastante diversificado, tem para todos os gostos ( convencem até aqueles amigos mais chatos que são super anti-organic-food).

Dentro do Menu, também me atraiu, que eu acho que é essencial no brunch, a lista de sumos, smoohties e batidos. Herdei este gosto da mãe, e gosto daqueles bem consistentes e bem diferentes, para mim tem um efeito regenerador, é um shot de vitaminas, essencial no despertar. Na Fábrica de Sabores encontramos muitos variados sumos, e eu gosto disso!


Optei pela famosa Bowls Saudável de Frango Be Fit, é uma salada servida numa tigela feita de Carasau (o que é muito divertido comer) com misturas de verdes, batata doce assada, bróculos, tomate Cherry, azeitonas, abacate, coentros e o toque do molho de Vinagrento de mostrada e mel, sim o sabor é tão bom quanto a descrição.


A Catarina N. pediu o Hamburguer Vegetariano, não sejam preconceituosos com o nome, vejam esta maravilha: é um cogumelo Portobello com cebola roxa caramelizada, courgette e beringela, pesto, queijo Provola Affumicata, nozes mel e rúcula, servido acompanhado com uma batata grossa: maldita disposição conservadora, para a proxima tenho de pedir este prato.

Isto tudo acompanhado com o sumo do dia, no caso foi o Multivitaminas (bem que precisava!)


O serviço impecável, sem demoras - condição essencial para o almoço durante a semana - acompanhado com um espaço agradável e uma decoração bastante dentro do conceito de alimentação saudável e um toque italiano.

Foi um óptimo almoço de amigas e acho que o restaurante ajudou, quando o espaço nos faz sentir bem, há um à vontade de querer repetir.


Parar para almoçar com os amigos fazem-nos trabalhar mais e melhor, é um factor de produtividade e cada vez mais acho que são essenciais para as minhas semanas de trabalho.
Muito Bom: menu no geral, decoração, localização, comida
Assim-a-Assim: o preço (não pode ser almoço diário)
Preço: €€/€
Avaliação: ****

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page